Dica é festejar sem abusar do álcool no Réveillon

31/12/2018 às 2:18 pm

Na festa da virada do ano, o lema deve ser comemorar, mas sem abusar do consumo de álcool, principalmente para quem for dirigir, já que esta é a segunda maior causa de acidentes no trânsito. No feriado do Natal deste ano, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 1.907 autos de infração de motoristas, nas estradas do país, que estavam dirigindo após ingerir bebida alcoólica, o que corresponde a um flagrante a cada 21 testes.

Para inibir essa prática, o Código de Trânsito Brasileiro ampliou a pena de detenção para quem provocar mortes conduzindo alcoolizado – de dois a quatro anos para cinco a oito anos de reclusão. De acordo com o coordenador da Operação Lei Seca no estado do Rio de Janeiro, Marco Andrade, o final do ano e o carnaval são os períodos com mais acidentes com morte no trânsito. “A bebida traz grande contribuição para o aumento do número de mortes no trânsito neste período”, disse Andrade.

Fiscalização intensificada vai até a próxima terça-feira, 1º. “É importante comemorar as festas de fim de ano, se divertir, mas se organizar na forma de voltar para casa de uma maneira mais segura”, ressaltou.

Bebida em excesso

O psiquiatra Jorge Jaber, membro da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e especialista em dependência química, acredita que o abuso do álcool nas festas de fim de ano tem ligação com problemas de relacionamento social. Segundo ele, há quem esteja passando por momento complicado e utilize a bebida alcoólica para esquecer o incômodo. “O álcool leva à possibilidade de descontrole e isso se manifesta nas festas, atingindo o objetivo contrário ao que o evento se propõe”, disse.

Três dicas para evitar a ressaca

Quem vai comer e beber nas festas de Ano-Novo e não quer passar pelo incômodo da ressaca deve observar pelo menos três dicas, elaboradas por especialistas.

1 – Para amenizar os sintomas da bebedeira é importante não ingerir bebida alcoólica de estômago vazio. No caso da ceia de Ano-Novo, quando se consome espumante e vinho, a dica é intercalar com água, para ajudar na hidratação.

2 – Misturar tipos diferentes de bebidas também pode acentuar os efeitos de uma ressaca. Se optar pelo espumante, por exemplo, permaneça com ele e a dose de água para intercalar durante toda a noite.

3 – Além de sobrecarregar o fígado, o excesso de álcool castiga órgãos como o estômago e o intestino. Por isso, para minimizar os sintomas da ressaca, é importante optar por alimentos leves, sem gordura e excesso de temperos.

Por: Agência Brasil

últimas Postagens