Ciclismo: Austrália comprova a importância do capacete

14/02/2019 às 2:10 pm

Um estudo da Universidade de New South Wales comprovou que o uso de capacetes pelos ciclistas salva vidas.

Já na década de 90 a Austrália obrigava todos os ciclistas, de todas as idades, a usarem capacete. A Austrália não possui leis nacionais de trânsito, mas após o estado de Victoria aprovar a obrigatoriedade, todos os estados e territórios australianos adotaram a medida, tornando-se uma realidade nacional em 1992.

Um estudo divulgado recentemente se propôs a analisar os impactos desta legislação na redução das mortes de ciclistas. O estudo mostrou uma queda de 46% das mortes de ciclistas e uma economia de bilhões de dólares em custos médicos. Este é o primeiro estudo sobre as consequências da obrigatoriedade do capacete em nível nacional.

“As estatísticas oferecem evidências científicas claras, sólidas e incontestáveis de que as leis de obrigatoriedade do uso de capacete são efetivas na redução das fatalidades de ciclistas na Austrália.” afirmou o autor do estudo, professor Jake Olivier do departamento de matemática e estatística da Universidade de New South Wales (UNSW).

No Brasil o uso do capacete pelos ciclistas não é obrigatório, mas é recomendado e de fundamental importância para a preservação da vida do ciclista.

últimas Postagens