Rival do Uber fará testes com veículos sem motorista

15/05/2017 às 5:15 pm
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Publicado em: G1

A Alphabet, dona do Google, fechou acordo com a start-up Lyft, principal rival do Uber, para testar carros autônomos.

A gigante de tecnologia concentrou o desenvolvimento desse tipo de tecnologia, antes a cargo do Google, em uma empresa específica, chamada Waymo. Recentemente, ela começou a oferecer o serviço de táxis autônomos em Phoenix, nos Estados Unidos, também em caráter experimental.

Não foram divulgados valores e nem detalhes de como o acordo da Waymo com o Lyft vai funcionar, e nem onde. A start-up oferece serviço de transporte em cerca de 300 cidades nos EUA. Até agora, 13 estados e o distrito de Columbia já possuem leis relacionadas a veículos autônomos e o próximo a autorizar testes deverá ser Nova York.

Mas a Lyft informou que não há exclusividade no acordo, por isso a parceria que já tinha com a General Motors continua de pé. A montadora já testa carros autônomos nos EUA, mas ainda não os deixou à disposição dos usuários do Lyft.

Em abril, a empresa levantou US$ 600 milhões em novos financiamentos para sustentar seu crescimento. Os recursos vieram de investidores como a japonesa de Internet Rakuten e o fundo de investimento Janus Capital, e os primeiros investidores da Lyft, incluindo a firma de private equity KKR, a gestora de recursos Baillie Gifford e o Public Sector Pension Investment Board, um dos maiores fundos de pensão do Canadá.

‘Guerra’ com o Uber

O Uber foi o primeiro a permitir que o público usasse carros sem motorista, em setembro último, mas sempre com a presença de um condutor para casos de emergência. A empresa oferece o serviço em algumas poucas unidades em São Francisco, em Tempe, no Arizona, e em Pittsburgh, na Pensilvânia.

A Waymo está processando o Uber, acusando a empresa de roubar informações confidenciais de seu projeto de carros autônomos. A start-up nega e a Justiça ordenou que seja feita uma investigação do caso.

Essas empresas, além da Apple e de diversas montadoras, estão na “corrida” para ver quem será a primeira a lançar esse tipo de carro: até agora os autônomos rodam apenas em testes; nenhuma loja no mundo tem um à venda

últimas Postagens